Emails seguros, políticas rígidas contra a prática de spam (TOLERÂNCIA 0,00%).

A GospelHost.Com.Br, em sincronia com as melhores práticas da Internet e dos órgãos não-governamentais mais influentes da Internet, e seguindo o apelo de seus usuários, manifesta publicamente seu compromisso antispam. Por ele a GospelHost.Com.Br se compromete a dificultar, por todos os meios a seu alcance, a prática de SPAM e a divulgar o repúdio a essa prática, bem como o propósito de impedir que seus clientes a executem.

Em contrapartida, todo aquele que se torna um cliente da GospelHost.Com.Br aceita, integralmente e sem restrições, automaticamente, pelo simples ato da contratação de qualquer serviço prestado pela GospelHost.Com.Br, o compromisso de não praticar spam em qualquer de suas modalidades ou manifestações.

Sendo assim, todos os clientes da GospelHost.Com.Br a se obrigam a seguir a norma de repúdio ao SPAM, responsabilizando-se pelo cumprimento da regra de não praticar SPAM em hipótese alguma e sob nenhum pretexto caso seja constatado o envio de spam por algum cliente, seu site será retirado do ar nos temos previstos no respectivo contrato, sem prejuízo das demais medidas cabíveis.

-------------------------------------------------------------------Instruções básicas que minimizarão acusações de prática de spam

A - Não envie "newsletters" pressupondo que os destinatários gostariam de recebê-las.

B - Quando colocar um campo "cadastre seu email" no seu site sempre solicite a confirmação deste email enviando uma mensagem a este perguntando se foi realmente ele que se cadastrou.

C - Não compre listas de emails. Isso no mínimo é ilegal, e certamente gerará reclamações de envio de SPAM por seu site.

D - Não acredite se algum vendedor garantir que sua lista de emails está aprovada pelos destinatários para receberem mensagens. Isso é mentira.

E - Se algum visitante de seu site se cadastrar como seu cliente, isso não quer dizer que ele aceitou receber propaganda sua. Ele deve explicitamente pedir para receber seus emails de propaganda.

F - Se você tem um programa que cadastra todos os endereços de emails das pessoas que enviam perguntas para seu site e usa essa lista para enviar emails, certamente será acusado de SPAM.

G - Não existe nenhuma legislação brasileira sobre o assunto, portanto não é válido nenhum argumento de que os emails enviados não podem ser considerados SPAM devido a algum congresso ou legislação, tanto nacional como estrangeira.